Pular para o conteúdo principal

R$49* nos 3 primeiros meses + 4ª mensalidade isenta na Graduação EAD Wyden.

 

O presidente do Peru, Pedro Castillo, escapou de mais um pedido de impeachment. Na segunda-feira 28, o Congresso Nacional se debruçou sobre o processo que acusa o chefe do Executivo de participar de esquema de corrupção. 

 Ao todo, 55 parlamentares, dos 130 do Congresso, votaram a favor do afastamento, 32 votos a menos dos 87 necessários para retirar o líder de extrema esquerda. Castillo está no cargo pouco mais de oito meses. 

 O resultado evita uma nova crise política no país, embora o governo de Castillo tenha sido turbulento, com diversas mudanças de ministros em menos de um ano no posto. 

 “Infelizmente, uma tentativa de me destituir por meio do impeachment se tornou o eixo central da agenda política e jornalística desde minha eleição; isso não pode continuar”, disse o presidente, em discurso a parlamentares antes da votação. 

 Castillo negou ter infringido a lei desde que assumiu o cargo e pediu unidade para lidar com a crise política e econômica, citando a invasão da Ucrânia pela Rússia como um agravante dos problemas no segundo maior país produtor de cobre do mundo. 

 “Estou ciente que todos cometemos erros e temos defeitos, mas sou leal aos meus compromissos, valores e princípios”, disse ele. No fim de semana, manifestantes tomaram as ruas de Lima, capital do país, pedindo que Castillo fosse afastado do cargo. 

 Investigações 

Castillo responde a acusações de conspiração e tráfico de influência em casos relacionados a contratos do governo para a realização de obras públicas. Em janeiro, o procurador-geral do Peru, Daniel Soria, anunciou a abertura de um inquérito para apurar as irregularidades na administração do presidente. As infrações teriam sido verificadas nas reuniões entre Castillo e as empresas que competem por concessões para construir uma ponte na região amazônica. 

 Cinco presidentes desde 2016 

O país andino já teve cinco presidentes desde 2016. Em 2018, Pedro Pablo Kuczynski renunciou dois anos depois de assumir o cargo antes de uma votação de impeachment. Seu vice, Martín Vizcarra, sofreu impeachment em 2020. Merino, presidente do Congresso, assumiu a Presidência, mas renunciou oito meses depois, Francisco Sagasti ficou no cargo até a eleição de Castillo. 

 Fonte: Revista Oeste



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bahia vence São Paulo e se aproxima do “PELOTÃO” DA SUL-AMERICANA

  Único gol da partida foi marcado por Rossi, aos 77 minutos da segunda etapa Jogando na Arena Fonte Nova, o Bahia bateu a equipe do São Paulo por 1 a 0, na noite deste domingo, e reencontrou o caminho dos triunfos.   O único gol da partida foi marcado por Rossi, aos 77 minutos da segunda etapa. Com o resultado, o Bahia saltou para 14ª posição, com 37 pontos. Agora, os comandados de Guto Ferreira visitam o Flamengo na próxima quinta-feira, às 19h, no Maracanã.   Agora, a equipe abriu seis pontos para zona de rebaixa mento e começa a sonhar com vaga na Sul-Americana, já que tem apenas um ponto a menos que o Atlético-GO, 12º colocado.  O jogo  Logo aos quatro minutos de jogo, Rigoni recebeu na área e soltou a bomba, mas a bola explodiu na zaga e sobrou para Miranda, que tentou empurrar para o gol, mas Luiz Otávio afastou o perigo. Aos 14, Juninho Capixaba recebeu no meio, arrumou para o pé direito, e bateu colocado. Volpi, bem colocado, se esticou para evitar o gol do Bahia.   Seis min

João Dourado: Com 86,8% de urnas apuradas, Di Cardoso vence eleição suplementar

  O candidato a prefeito de João Dourado Diamérson Costa Cardoso Dourado, o "Di Cardoso" (PL), já pode ser considerado vencedor da eleição suplementar ocorrida neste domingo (7). Com 86,79% das urnas já apuradas, o candidato já obtém 6.436 votos [56,81%] contra 4.913 votos [43,19%] de Abimael Dourado Lima Júnior, o Juninho (PSD).   Di Cardoso representava a chapa “Agora é com mais força” e reunia os partidos PL, PSB e PC do B. Di Cardoso havia vencido o pleito de novembro do ano passado, mas teve o diploma cassado, devido ao fato de ter a então candidata a vice-prefeita irregular.   Rita de Cássia Amorim Amaral, conhecida como Rita de Doutor Celso, tinha assumido a prefeitura em menos de dois meses para o pleito. Já a candidatura de Juninho (PSD) foi considerada irregular por conta da situação do seu candidato a vice à época, o ex-prefeito Antônio Rogerio Dourado Vasconcelos.  Uma perícia do Ministério Público Eleitoral teria constatado que a prefeitura, sob gestão de Vasconc

RG Expresso chega a todos os postos SAC da capital e interior

  O RG Expresso, serviço que possibilita ao cidadão solicitar a reimpressão da carteira de identidade sem precisar sair de casa, já está disponível em todos os postos SAC da capital e interior. Ao optar pelo RG Expresso, basta ir ao posto SAC só uma vez, apenas para receber o documento já pronto. Sem o RG Expresso, o cidadão precisa ir duas vezes ao posto SAC.   O RG Expresso é feito online, por meio do SAC Digital. O cidadão solicita pela internet ou pelo aplicativo, e depois agenda dia e horário para buscar o documento no posto SAC escolhido, após o pagamento da taxa de R$ 39,39. Para solicitar o RG Expresso é preciso que a carteira de identidade tenha sido emitida há seis anos, no máximo.   Vale salientar que o RG Expresso mantém a data de expedição da última via solicitada, além da data do novo pedido. O prazo máximo de recebimento é de cinco dias úteis na capital e sete no interior. Em Salvador, região metropolitana (RMS) e interior, todos os 36 postos SAC estão aptos a entregar o