Pular para o conteúdo principal

Possíveis nomes do PT para o governo se dizem prontos e com 'tesão', mas defendem unidade

 

Em meio às idas e vindas para definir quem realmente irá encabeçar a chapa do Partido dos Trabalhadores (PT) na disputa pelo governo baiano, pelo menos três nomes já foram postos para jogo após uma declaração do senador Jaques Wagner. Outros surgiram logo em seguida, mas por enquanto, nada é tido como certo. 

 Ao Bahia Notícias, o então secretário de Relações Institucionais, Luiz Caetano, disse que tem o "tesão" defendido pelo senador para enfrentar a campanha. Já a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, assegurou que "não foge à luta". Jorge Solla, que se colocou à disposição no fim do dia desta segunda-feira (7), usou da sua experiência no partido para garantir que, se preciso for, estará pronto. Resta agora saber quais acordos internos serão necessários para acalmar os ânimos das diversas correntes petistas até que se alcance um denominador comum. 

 Em entrevista recente, o senador Wagner reiterou a necessidade de "tesão" para percorrer a Bahia e ganhar a campanha. Um dos favoritos para tal, e citado por Wagner - além de Moema Gramacho, e o então secretário de educação Jerônimo Rodrigues -, Luiz Caetano disse ao Bahia Notícias que está pronto. “Tesão é o que não me falta. Na verdade, tenho dito sempre que fico muito honrado de ter sido lembrado. Estou à disposição do partido, da frente política do governador Rui e de Wagner para dar continuidade a esse projeto na Bahia”, disse.

 Ele diz que os outros nomes que integram as possibilidades também são capacitados para a "difícil missão de fazer melhor do que o já feito por Wagner e Rui". Para Caetano, neste momento é mais importante a união dentro do PT. “Mas o que quero mesmo é ajudar a escolher a pessoa que tenha capacidade de unir o grupo e partir para cima no sentido de mobilizar a Bahia, os partidos políticos, os deputados e o estado no sentido de fazer uma campanha política alegre, que defenda prosperidade, desenvolvimento e a melhora das condições do povo baiano”, declarou. 

 No mesmo tom de busca por uma unidade política, Moema Gramacho não se esquivou da missão caso tenha que ser ela a candidata. Para a petista, a possibilidade de "concorrer" internamente com os outros nomes não a preocupa. “São pessoas com uma expressão importantíssima dentro e fora do partido. Portanto, eu não tenho nenhuma dificuldade com isso. No momento em que ficar decidido quem será, estarei na campanha batalhando para que a chapa seja vitoriosa. Agora, meu nome colocado, se for esse escolhido, nunca fugi à luta. Incorporo o Hino Nacional. Uma filha tua não foge à luta. Estou sempre pronta para lutar”, brincou. 

 Reconhecendo o tempo apertado para a apresentação de um nome, pois o prazo limite para desincompatibilização vai até o dia 2 de abril, ela disse que o momento exige cautela. “Temos pressa, obviamente, por conta do prazo para a descompatibilização, mas nada que tenha que nos apressar tanto para não ter cautela, responsabilidade e garantir que seja escolhida, ao fim de tudo, a chapa vitoriosa. O que mais nos importa neste momento é continuar mantendo o projeto que temos desenvolvido aqui na Bahia e que queremos retomar no Brasil. Mais importante do que apressar a definição de um nome do PT, é garantir a unidade de toda a base. Se depender de mim, quero ajudar nessa construção de unidade da base para que ninguém precise se afastar desse processo”, ponderou. 

 Na noite desta terça-feira (7), o deputado federal pelo PT baiano Jorge Solla também colocou seu nome à disposição do partido para encabeçar a chapa. Ele considerou que a sugestão do seu nome por diversos integrantes do partido vem de um reconhecimento por sua atuação desde a fundação do PT há 42 anos. “Obviamente meu nome está à disposição. Agora, quero deixar claro a todos e todas que nós precisamos ter a melhor chapa possível, precisamos ter nomes que reúnam as melhores condições e não podemos, de forma nenhuma, esquecer desse debate que o nome que nos coloca no cenário mais favorável para ganhar a eleição é do governador e senador Wagner”, disse a apoiadores durante a plenária.

 Outro nome citado pelo senador Jaques Wagner como favorito para concorrer foi o do secretário de Educação do estado, Jerônimo Rodrigues. A reportagem entrou em contato com o secretário e com sua assessoria de imprensa para repercutir como ele tinha recebido essa possibilidade e se se colocava a disposição para o que o PT vem chamando de "projeto político pela Bahia e pelo Brasil". Por uma questão de agenda, Jerônimo Rodrigues não pôde conceder entrevista até o fechamento desta matéria.

 Nesta terça-feira, o presidente estadual do PT, Éden Valadares disse ao Bahia Notícias que o partido esperar apresentar um nome até o próximo sábado (12). “O clima de unidade interna é o que está guiando a postura e as falas tanto dos candidatos como dos dirigentes, quem sabe se antes disso a gente não constrói o consenso? Tomara que aconteça. Torço e trabalho para isso. Mas, formalmente, é o que disse. Executiva sexta e diretório no sábado”, explicou Valadares. Ao Bahia Notícias, Éden disse que é preciso respeitar a decisão do senador e considerou "página virada" a possibilidade dele voltar atrás.

 Fonte: Bahia Notícias



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Bahia vence São Paulo e se aproxima do “PELOTÃO” DA SUL-AMERICANA

  Único gol da partida foi marcado por Rossi, aos 77 minutos da segunda etapa Jogando na Arena Fonte Nova, o Bahia bateu a equipe do São Paulo por 1 a 0, na noite deste domingo, e reencontrou o caminho dos triunfos.   O único gol da partida foi marcado por Rossi, aos 77 minutos da segunda etapa. Com o resultado, o Bahia saltou para 14ª posição, com 37 pontos. Agora, os comandados de Guto Ferreira visitam o Flamengo na próxima quinta-feira, às 19h, no Maracanã.   Agora, a equipe abriu seis pontos para zona de rebaixa mento e começa a sonhar com vaga na Sul-Americana, já que tem apenas um ponto a menos que o Atlético-GO, 12º colocado.  O jogo  Logo aos quatro minutos de jogo, Rigoni recebeu na área e soltou a bomba, mas a bola explodiu na zaga e sobrou para Miranda, que tentou empurrar para o gol, mas Luiz Otávio afastou o perigo. Aos 14, Juninho Capixaba recebeu no meio, arrumou para o pé direito, e bateu colocado. Volpi, bem colocado, se esticou para evitar o gol do Bahia.   Seis min

João Dourado: Com 86,8% de urnas apuradas, Di Cardoso vence eleição suplementar

  O candidato a prefeito de João Dourado Diamérson Costa Cardoso Dourado, o "Di Cardoso" (PL), já pode ser considerado vencedor da eleição suplementar ocorrida neste domingo (7). Com 86,79% das urnas já apuradas, o candidato já obtém 6.436 votos [56,81%] contra 4.913 votos [43,19%] de Abimael Dourado Lima Júnior, o Juninho (PSD).   Di Cardoso representava a chapa “Agora é com mais força” e reunia os partidos PL, PSB e PC do B. Di Cardoso havia vencido o pleito de novembro do ano passado, mas teve o diploma cassado, devido ao fato de ter a então candidata a vice-prefeita irregular.   Rita de Cássia Amorim Amaral, conhecida como Rita de Doutor Celso, tinha assumido a prefeitura em menos de dois meses para o pleito. Já a candidatura de Juninho (PSD) foi considerada irregular por conta da situação do seu candidato a vice à época, o ex-prefeito Antônio Rogerio Dourado Vasconcelos.  Uma perícia do Ministério Público Eleitoral teria constatado que a prefeitura, sob gestão de Vasconc

RG Expresso chega a todos os postos SAC da capital e interior

  O RG Expresso, serviço que possibilita ao cidadão solicitar a reimpressão da carteira de identidade sem precisar sair de casa, já está disponível em todos os postos SAC da capital e interior. Ao optar pelo RG Expresso, basta ir ao posto SAC só uma vez, apenas para receber o documento já pronto. Sem o RG Expresso, o cidadão precisa ir duas vezes ao posto SAC.   O RG Expresso é feito online, por meio do SAC Digital. O cidadão solicita pela internet ou pelo aplicativo, e depois agenda dia e horário para buscar o documento no posto SAC escolhido, após o pagamento da taxa de R$ 39,39. Para solicitar o RG Expresso é preciso que a carteira de identidade tenha sido emitida há seis anos, no máximo.   Vale salientar que o RG Expresso mantém a data de expedição da última via solicitada, além da data do novo pedido. O prazo máximo de recebimento é de cinco dias úteis na capital e sete no interior. Em Salvador, região metropolitana (RMS) e interior, todos os 36 postos SAC estão aptos a entregar o