Três doses da Pfizer podem neutralizar Ômicron, anuncia farmacêutica

 

As farmacêuticas Pfizer Inc. e a BioNTech comunicaram, nesta quarta-feira (8), que estudos iniciais mostraram que três doses da vacina contra a Covid-19 podem neutralizar a variante Ômicron. Conforme o comunicado, um reforço com a versão atual do imunizante aumenta os anticorpos 25 vezes, fornecendo um nível semelhante ao observado após duas doses contra o cepa original e outras variantes.

 Os parceiros, no entanto, disseram estar confiantes de que terão uma versão específica do Ômicron da vacina pronta para entrega em março de 2022. "É claro a partir desses dados preliminares que a proteção é melhorada com uma terceira dose", disse o CEO da Pfizer, Albert Bourla, em um comunicado. Ademais, os dados ainda são preliminares, pois as empresas continuam estudando a nova variante. 

 No comunicado, eles ressaltam que, apesar dos resultados preliminares, as empresas acreditam que os indivíduos vacinados ainda podem estar protegidos contra as formas graves da doença e estão monitorando de perto a eficácia do mundo real contra Omicron, globalmente. 


 "Nosso primeiro conjunto de dados preliminar indica que uma terceira dose ainda pode oferecer um nível suficiente de proteção contra doenças de qualquer gravidade causada pela variante Omicron", disse Ugur Sahin, MD, CEO e cofundador da BioNTech . "Amplas campanhas de vacinação e reforço em todo o mundo podem nos ajudar a proteger melhor as pessoas em todos os lugares e a passar o inverno. 

Continuamos a trabalhar em uma vacina adaptada que, acreditamos, ajudará a induzir um alto nível de proteção contra a doença COVID-19 induzida por Omicron, bem como uma proteção prolongada em comparação com a vacina atual". 

 VACINA PARA ÔMICRON 

A Pzifer e BioNTech estão desde 25 de novembro deste ano desenvolvendo uma vacina específica para a nova variante, e os primeiros lotes à base de Ômicron podem ser produzidos e planejados para estarem prontos e serem entregues em 100 dias, dependendo da aprovação regulamentar. A previsão inicial é de que em março de 2022 a vacina atualizada esteja pronta. 
 Fonte: Bahia Notícias


Nenhum comentário: