Saúde prevê vacinação de crianças com prescrição médica

 

Na noite de quinta-feira 23, o ministro Marcelo Queiroga disse que as vacinas não serão aplicadas de forma compulsória. Na noite de quinta-feira 23, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a pasta vai autorizar a vacinação contra a covid-19 para crianças de cinco a 11 anos. No entanto, será necessário prescrição médica e um termo de consentimento livre esclarecido.

 “O documento que vai ao ar recomenda a vacina da Pfizer. Nossa recomendação é que não seja aplicado de forma compulsória. Essa vacina estará vinculada a prescrição médica, e a recomendação obedece às orientações da Anvisa”, disse Queiroga.

 A autorização deve sair a partir de 5 de janeiro, depois do final da consulta pública aberta pelo Ministério da Saúde. 

O ministro ainda ressaltou que outros países, como Estados Unidos e Alemanha, já utilizam o imunizante nesta faixa etária, mas que a “decisão final será dos pais”. 

 A Agência Nacional de Vigilância Sanitária autorizou, em 16 de dezembro, o uso do imunizante da Pfizer em crianças da faixa etária no Brasil. 

Fonte: Revista Oeste



Nenhum comentário: