Tavares propõe de conscientização e prevenção da gravidez da Adolescência

 

Um projeto de lei que propõe a criação de um programa de conscientização e prevenção da gravidez na adolescência na Bahia foi apresentado à Mesa Diretora da Casa da ALBA. A proposição é de autoria do deputado Pedro Tavares (DEM).

 “A gravidez na adolescência pode trazer consequências emocionais, sociais e econômicas para a saúde da mãe e do filho. A maioria das adolescentes que engravida abandona os estudos para cuidar do filho, o que aumenta os riscos de desemprego e dependência econômica dos familiares. Esses fatores contribuem para a perpetuação da pobreza, baixo nível de escolaridade, abuso e violência familiar, tanto à mãe quanto à criança”, disse o deputado. 

 No documento, o deputado prevê que o projeto funcione com a divulgação de informações sobre medidas preventivas e educativas dos riscos da gravidez precoce, visando contribuir para a redução da sua incidência. 

 Nos últimos anos, segundo dados do Governo Federal, o Brasil tem conseguido reduzir os casos de gravidez na adolescência com a implantação de ações e campanhas de prevenção. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2015, foram 546.529 nascidos vivos de mães com idade entre 10 e 19 anos, contra 661.290 em 2004, o que representa uma queda de 17%. 
Fonte: ALBA


Nenhum comentário: