Bahia Política: PT-BA começa a perder força política após votações da PEC dos Precatórios e pode antecipar retorno do Carlismo ao controle do estado. Confira!

 

O líder do PP na Câmara dos Deputados, Cacá Leão (PP), rebateu as declarações do governador Rui Costa (PT), que chamou de “traíras” os parlamentares de sua base aliada que votaram a favor da PEC dos Precatórios. Segundo Cacá, o parcelamento dos recursos do Fundef em três parcelas foi uma conquista da bancada coordenada pelo senador Otto Alencar (PSD) e avalizada pelo próprio governador. 

 Advertisement Banner O pepista subiu o tom e afirmou que o “tempo do chicote e do coronelismo” já acabou na Bahia faz tempo. “Não será reeditado por ninguém. Somos aliados fiéis, mas não somos capachos e exigimos respeito”, ressaltou Cacá em seu perfil no Twitter. 

 O vice-governador João Leão (PP) colocou panos quentes nas declarações do governador Rui Costa (PT) que chamou de “traíras”os deputado federais da base governista que votaram a favor da PEC dos Precatórios, bem como nas respostas dadas pelo senador Otto Alencar (PSD) e pelo deputado federal Cacá Leão (PP). 

 Em nota enviada à imprensa, o presidente do PP na Bahia afirmou que, no caso dos precatórios, “tivemos o cuidado de recomendar à nossa bancada na Câmara que buscasse uma solução que evitasse prejuízos para o nosso Estado”.

 Leão destacou que acompanhou as conversas através do deputado federal Cacá Leão, líder do PP na Câmara, com o senador Otto Alencar e o governador Rui Costa”. “A votação dos nossos deputados se deu após esses entendimentos. No mais, é baixar a temperatura e continuarmos trabalhando pelo nosso povo. Eu, Rui, Wagner e Otto temos a responsabilidade de preservar a nossa base. Afirmações no calor do debate nem sempre ajudam e devem ser evitadas”, completou. 

 O enfraquecimento do PT-BA vem após a possibilidade de Rui Costa se candidatar ao senado e João Leão está nessa torcida para realizar o sonho de ser governador do estado, e provavelmente, apoiar o retorno do Carlismo com ACM Neto. 
Fonte: Bahia Notícias.com.br


Nenhum comentário: