Bahia: Homem é condenado a mais de 23 anos de reclusão por feminicídio de jornalista

 

Mateus Vilian Alicrim Dourado Araújo foi condenado na última terça-feira (16) a 23 anos, quatro meses e 15 dias de reclusão pelo feminicídio da jornalista Daniela Bispo dos Santos, sua ex-companheira. Mateus já havia sido condenado a 17 anos, mas o Ministério Público (MP) pediu um novo julgamento por conta da condenação anterior não ter levado em conta a qualificadora de feminicídio. 

 No julgamento de ontem, o promotor de Justiça Luciano Assis sustentou a acusação que levou o Tribunal do Júri a condenar Mateus por homicídio com as qualificadoras de motivo torpe, meio cruel, emprego de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, além de feminicídio. 

 O réu continuará cumprindo a pena de reclusão em regime fechado na Penitenciária Lemos de Brito. O crime aconteceu no dia 13 de novembro de 2017, na empresa onde Daniela trabalhava. O motivo do crime teria sido a insatisfação do condenado por conta da cobrança de dívidas que ele teria feito, sem autorização, no cartão de crédito de Daniela. 
Fonte: MP-BA


Nenhum comentário: