Sábado, 28 de Novembro de 2020
19 98191-2534
Cidades Eleições 2020

Paulo Silva chamou 81% dos eleitores de Mogi Mirim de "burros" em 2018

Agora, o esquerdista deseja que os

07/10/2020 19h02 Atualizada há 2 meses
Por: Da Redação Fonte: Raoni Zambi
Paulo Silva já chamou eleitores de Bolsonaro de
Paulo Silva já chamou eleitores de Bolsonaro de "burros" (Crédito: arquivo pessoal)

Em postagem em sua página no Facebook, no dia 16 de setembro 2018, antes do primeiro turno das eleições presidencial, o pré-candidato de esquerda a prefeito de Mogi Mirim, Paulo Silva (PDT), chamou os eleitores de Jair Bolsonaro (sem partido) de “burros”. Naquela eleição, conforme dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), no primeiro turno 66% dos eleitores da cidade, ou 31.820 pessoas, votaram em Bolsonaro. 

Já no segundo turno, o agora Presidente da República recebeu R$ 81% dos votos, o que correspondia a 37.986 eleitores do município. 

Na prática, Paulo Silva afirmou que esses eleitores de Mogi Mirim são “burros”. No entanto, agora, como candidato a prefeito, o esquerdista pretende que "os burros" votem nele. 

A charge postada por Paulo Silva, assinada por TNI, mostra uma representação de Jair Bolsonaro com uma vara de pescar na mão, sentado em um eleitor com os joelhos e as mãos no chão, com viseiras grandes, simulando um burro. A isca na ponta da vara é uma arma. A legenda diz: A Caminho da Urna, em alusão aos eleitores que escolheram Bolsonaro.

Nas postagens de Paulo Silva, no Facebook, é possível notar que ele votou, na eleição de 2018, em Fernando Haddad, que é do PT (Partido dos Trabalhadores). Além disso, o pré-candidato é aliado antigo do PT de Mogi Mirim e, caso eleito, deverá governar também com esse grupo político. 

Paulo Silva ficou proíbido de participar de eleições por oito anos em razão de diversas irregularidades que praticou, quando foi prefeito entre 1997 e 2004.

Opinião dos Eleitores

A reportagem ouviu eleitores de Mogi Mirim sobre o assunto. A dona de casa Beatriz Cavalcante, 40 anos, afirmou que embora não concorde com diversas medidas do atual presidente, considera a postagem de Paulo Silva um “ataque desnecessário”. “As pessoas têm o direito de opinarem sobre política. Na democracia deve ser assim. Porém, acho uma falta de respeito chamar quem pensa diferente de burro ou ignorante”, disse. 

Já o aposentado José Pedro Costa, 62 anos, relatou que considera “falta de educação” postagens agressivas na internet por motivações políticas, independentemente da preferência pessoal do eleitor. “É muita hipocrisia chamar os eleitores de burros e agora anunciar a pré-candidatura. O povo já é massacrado e agora está sendo chamado de quadrúpede, de animal com quatro patas.  A população não deve aceitar essa situação revoltante”, opinou. 

Cientista Social

O cientista social Paulo Magalhães relatou que em períodos eleitorais “é comum” políticos fazerem ataques contra candidatos. “A desqualificação dos oponentes é algo normal no universo político. A ressalva que faço são os ataques contra os eleitores, que é de fato quem escolhe quem vai governar”, relatou. 

Outro Lado

Paulo Silva foi procurado para se manifestar sobre o assunto. Ele não enviou nenhum retorno. Importante destacar que o espaço está aberto

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mogi-Mirim - SP
Atualizado às 04h17 - Fonte: Climatempo
20°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 34°

20° Sensação
17.9 km/h Vento
69.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (29/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Segunda (30/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 36°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas