Sábado, 28 de Novembro de 2020
19 98191-2534
Cidades Jovem Traíra?

Jovem do PSDB trai CNB e declara apoio ao esquerdista Paulo Silva

Carlos Nelson e Paulo Silva já foram condenados no mesmo processo por mau uso de dinheiro público

30/09/2020 11h27 Atualizada há 2 meses
Por: Da Redação Fonte: Raoni Zambi
O ex-inelegível e esquerdista Paulo Silva e o
O ex-inelegível e esquerdista Paulo Silva e o

O candidato a vereador e presidente da Juventude do PSDB de Mogi Mirim, João Matta, pulou fora do barco do candidato a prefeito de seu partido, Carlos Nelson Bueno, e declarou apoio ao esquerdista Paulo Silva (PDT). No mesmo balaio, está também o PT (Partido dos Trabalhadores). A coletiva da “traição” ocorreu na tarde de terça-feira (29). 

“O jovem João Victor Matta Dias Ferreira - presidente da Juventude do PSDB de Mogi Mirim, vejam bem… do PSDB (partido do meu maior adversário político) - declarou seu apoio à minha candidatura”, escreveu Paulo Silva em sua página de Facebook, sobre a mudança de lado. 

Mas apesar de serem adversários políticos, o atual prefeito Carlos Nelson Bueno e o socialista Paulo Silva já foram condenados pela Justiça no mesmo processo por improbidade administrativa, ou por mau uso de dinheiro público, em outubro de 2008. O processo ainda tramita na Justiça.

Condenados

O tucano Carlos Nelson e o esquerdista Paulo Silva foram acusados, em 2004, pelo MP (Ministério Público) de fazerem repasses de dinheiro da prefeitura para a UME (União Mogimiriana dos Estudantes), que não prestava contas de forma adequada de como os recursos públicos eram utilizados. A UME era dirigida por Carlos Alberto Firmino. 

Na prática, o jovem João Matta “saiu do colo” de um condenado pela Justiça, para ser tutelado por um político que ficou oito anos sem permissão para participar de eleições porque teve contas rejeitadas pelo TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado) de São Paulo e Câmara. 

História

Em 1998, quando era prefeito Paulo Silva permitiu que a UME intermediasse os repassses que a prefeitura fazia para complementar em até 50% o valor que estudantes deveriam pagar no transporte. A UME recebia o dinheiro e pagava para empresas responsáveis. 

No entanto, não se tinha nenhum tipo de fiscalização de como o dinheiro da prefeitura era gasto. O Ministério Público, na época, alertou que não existia nenhum controle contábil ou registro em planilha dos custos relacionados ao transporte dos alunos.

 Para piorar, quando se tornou prefeito, em 2001, após o socialista Paulo Silva deixar o cargo,  Carlos Nelson continuou fazendo repasses de dinheiro para a UME, em valores até maiores. Tudo sem controle. Era a “farra do boi” com o dinheiro público. O MP chegou a dizer que os repasses eram “vultosos”, mas sem fiscalização. 

Além disso, os estudantes, segundo o MP, reclamavam que o serviço de transporte era ruim. 

Segundo a Justiça, tanto Carlos Nelson como Paulo Silva foram omissos na fiscalização do dinheiro público. CNB está no cargo de prefeito e quer continuar. Já Paulo Silva quer voltar ao posto de mandatário. 

Condenação

Paulo Silva foi condenado a pagar cinco vezes o valor do último salário que recebeu como prefeito. Carlos Nelson recebeu a mesma condenação, mas pelo que consta no site do TJ-SP (Tribunal de Justiça) de São Paulo, ainda não pagou o valor que é cobrado pelo judiciário. 

"Por conta do ato de improbidade administrativa praticado por Paulo de Oliveira e Silva e Carlos Nelson Bueno, previsto no artigo 11, inciso II, da Lei 8429/92, (omissão na fiscalização do uso do dinheiro público transferido para a UME), condená-los ao pagamento de multa civil, no valor correspondente a 05 (cinco) vezes o valor de suas remunerações, sendo que, no caso do Ex-Prefeito, esse valor deve ser o do seu último salário como Prefeito de Mogi Mirim e no caso do atual Prefeito, o valor deve ser o do seu salário nesta data, tudo nos termos do artigo 12, inciso III, da lei acima citada. 4) Por fim, CONDENO os requeridos no pagamento das custas processuais", consta em parte da decisão Fábio Rodrigues Fazuoli. 

Outro lado

Paulo Silva foi questionado sobre o assunto e não enviou nenhum retorno. Não conseguimos contato com assessoria de comunicação de Carlos Nelson. O espaço está aberto, importante salientar. 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Mogi-Mirim - SP
Atualizado às 04h17 - Fonte: Climatempo
20°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 34°

20° Sensação
17.9 km/h Vento
69.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (29/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 35°

Sol com algumas nuvens
Segunda (30/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 36°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas